Skip to content

Outubro, o mês mais rosa do ano… mas prevenção é o ano todo !

novembro 5, 2010

Vocês já repararam que durante o mês de outubro o comércio aqui nos EUA fica “mais rosa”?!  São inúmeros produtos, que vão desde guarda chuva, passando pelo relógio, bolsas recicláveis, roupas esportivas,bijuterias, chegando até mesmo a uma potente batedeira nessa cor… tudo isso para lembrar-nos que esse mês acontece a mobilização mundial  em torno da Prevenção do Câncer de Mama. Segundo as principais organizações que cuidam da Prevenção, Pesquisa e Tratamento  da enfermidade, a cada 69 segundos, em algum lugar do mundo, uma mulher morre de câncer de mama e a cada ano, aproximadamente 500mil pessoas (aqui incluindo também os homens) serão diagnosticadas com a doença. No Brasil, a média anual de mulheres que recebem o diagnóstico desse tipo de câncer gira em torno de 50 mil. Alarmante, não?

Um dos maiores agravantes nessa doença é que muitas mulheres só detectam o problema quando já está num estágio avançado, com chances limitadas de cura. Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, o número de pacientes jovens (com menos de 35 anos de idade) diagnosticadas com a enfermidade, vem aumentando nos últimos anos.

Não é somente a história familiar que pode contribuir para o aparecimento da doença; o estilo de vida (álcool, fumo, alimentação pouco saudável, sono insuficiente etc) contribuem para tal.

Costumo conversar não somente em outubro, mas durante o ano todo, com diversas mulheres sobre esse assunto. E tristemente escuto  que a “a falta de tempo” e a “falta de recursos financeiros”as impede de fazer a prevenção do Câncer de Mama. Mesmo querendo lançar um olhar compreensivo sobre essas argumentações, penso que não devem existir justificativas para não cuidar de nossa saúde, por mais dificuldades que possamos enfrentar para tal. Aqui nos EUA há diversas instituições que realizam exames a preços acessíveis e até mesmo gratuitamente.

Muitas mulheres alegam que tem medo do exame e da consulta em si e vão mais além, perguntando “e se eu tiver mesmo com algum problema?!”. E ainda tem o fato de muitas pensarem que se não sentem nenhuma dor não devem ter nenhum problema. Entendemos as dificuldades que surgem quando falamos sobre doenças, mas sabemos que o cancer é uma delas que se instala silenciosamente … a dor vem geralmente em estágios avançados.

Não podemos também deixar de mencionar algo que por falta de conhecimento, por vergonha e preconceito é pouco divulgado – o Câncer de Mama masculino. Como exames específicos são raros, o sinal de alerta geralmente ocorre quando há dor. Para o homem, ser diagnosticado com a doença geralmente leva a um quadro de isolamento e depressão. Para cada 100 diagnósticos femininos temos 1 ou 2 masculinos.

O que devemos ter em mente:

  • não fumar;
  • controlar o peso e optar por uma alimentação saudável;
  • praticar regularmente exercícios físicos;
  • optar pela amamentação;
  • após os 40 anos, mamografia e exames clínicos, anualmente;
  • se estiver fazendo terapia de reposição hormonal pós-menopausa, ficar atenta a um rigoroso acompanhamento médico;
  • se tiver histórico de câncer de mama na família, antecipar a prevenção.

Alguns sites que podemos recorrer para informações e ajuda:

  • Breast Cancer – Network of Strength: site que contém informações e uma hot line free, em inglês e espanhol, inclusive para homens, com intérpretes para 150 línguas. – http://www.networkofstrength.org
  • Câncer de Mama: site de informações, em português. – www.cancerdemama.com.br
  • Instituto Nacional de Câncer: site oficial do Instituto Brasileiro de Câncer. Contém informações não apenas sobre Câncer de Mama como também sobre todos os outros tipos. – www.inca.gov.br
  • Komen for the Cure: site americano de uma das maiores organizações de prevenção e auxílio ao combate do Câncer de Mama. – www.komen.org

Cuidar de si mesma deve ser uma obrigação exercida com muito prazer.

Pensem nisso!

Spread The Love, Share Our Article

Related Posts

Comments

  1. Joelma março 17, 2011

    Adorei o Site, parabéns

Trackbacks

There are no trackbacks on this entry.

Add a Comment

Required

Required

Optional